domingo, 23 de fevereiro de 2014

Trabalhando poesia com marchinhas de Carnaval

Quem deseja aproveitar o tema Carnaval para realizar atividades sobre poesia aqui vão algumas dicas:

1. Quase todas as marchinhas possuem rima, além de possuírem estrofes e versos. Escolha algumas marchinhas, coloque para os alunos ouvirem e trabalhe a ideia da rima (peça a eles que encontrem as palavras que rimam).

2. Peça também que sublinhem palavras cujo significado seja desconhecido para eles. Você pode pedir que eles tentem encontrá-las no dicionário.

3. Outra sugestão é propor que aquelas palavras que rimam já encontradas por eles, sejam substituídas por outras que também rimem.

4. Também é possível criar um acróstico com a palavra Carnaval.

 LETRAS DE ALGUMAS MARCHINHAS FAMOSAS DE CARNAVAL 

Ô BALANCÊ
Braguinha-Alberto Ribeiro, 1936

Ô balancê balancê
Quero dançar com você
Entra na roda morena pra ver
Ô balancê balancê

Quando por mim você passa
Fingindo que não me vê
Meu coração quase se despedaça
No balancê balancê

Você foi minha cartilha
Você foi meu ABC
E por isso eu sou a maior maravilha
No balancê balancê

Eu levo a vida pensando
Pensando só em você
E o tempo passa e eu vou me acabando
No balancê balancê


MAMÃE EU QUERO
Jararaca-Vicente Paiva, 1936

Mamãe eu quero, mamãe eu quero
Mamãe eu quero mamar
Dá a chupeta, dá a chupeta
Dá a chupeta pro bebe não chorar

Dorme filhinho do meu coração
Pega a mamadeira e vem entrá pro meu cordão
Eu tenho uma irmã que se chama Ana
De piscar o olho já ficou sem a pestana

Olho as pequenas mas daquele jeito
Tenho muita pena não ser criança de peito
Eu tenho uma irmã que é fenomenal
Ela é da bossa e o marido é um boçal


AURORA
Mário Lago-Roberto Roberti, 1940

Se você fosse sincera
Ô ô ô ô Aurora
Veja só que bom que era
Ô ô ô ô Aurora

Um lindo apartamento
Com porteiro e elevador
E ar refrigerado
Para os dias de calor
Madame antes do nome
Você teria agora


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário.