segunda-feira, 24 de abril de 2017

Atividades - Dia Mundial do Livro

Atividades baseadas em livros tanto para séries iniciais quanto para séries mais avançadas.
Atividade com a história "A menina que odiava livros"

Esta é a história de uma garota que simplesmente odiava os livros. Mas ela não conseguia ficar longe deles, porque em sua casa eles estavam por toda parte: nos armários da cozinha, na gavetas, nas mesas, nos guarda-roupas e nas cômodas. Estavam também sobre o sofá, alguns entulhados na banheira e outros empilhados nas cadeiras.

Como será que termina essa história?

Assista ao filme

Responda:

1) Qual é o nome da personagem principal do vídeo? 
( ) Ana
( ) Nina
( ) Aline

2) Por que a menina odiava os livros?



3) Qual é o nome do gato?
( ) Miau
( ) Félix
( ) Max

4) Qual é a cor do gato?
( ) laranja
( ) verde
( ) rosa

5) O que aconteceu na casa da menina para que os personagens saíssem dos livros?



6) Quem é o personagem analfabeto que chorou porque queria voltar para sua casa (seu livro)?
( ) tamanduá 
( ) lobo mau
( ) macaco

7) Qual foi o 1º livro que fez com que a menina conseguisse devolver cada um dos personagens para a sua história?
( ) O lobo e os 7 cabritinhos
( ) Os 3 ursos e Cachinhos Dourados
( ) Os 3 porquinhos


8) Quando os pais voltaram pra casa, ficaram assustados. Por quê?



9) Podemos dizer que o vídeo transmite a seguinte mensagem:
Quem lê, viaja. Descobre um mundo cheio de fantasias. Comente:




10) Observando as características da menina:
Cabelos
( ) soltos, lisos e castanhos 
( ) soltos, cacheados e loiros

Camiseta
( ) verde com mangas brancas 
( )branca com mangas verdes

Calça
( ) verde 
( ) azul 
( ) laranja


Atividade com a história "A menina que roubava livros"

A Menina Que Roubava Livros é um drama do escritor australiano Markus Zusak, publicado em 2005, que conta a história de Liesel Meminger, uma jovem que vive com os pais adotivos, e que desenvolveu o hábito de roubar livros para ler para o amigo judeu que vive escondido em sua casa, na Alemanha nazista

Assista ao filme

O cenário escolhido pelo autor de A menina que roubava livros é o da Alemanha Nazista, uma época marcada pela destruição, perseguição, pelo desespero e desamparo. Todos aqueles que viveram o período da Segunda Guerra Mundial tiveram suas vidas afetadas, direta ou indiretamente. Liesel Meminger, uma garota de apenas 10 anos, foi uma das poucas sobreviventes em meio a este tempo de dilaceramento da espécie humana.

Como o título já sugere, é marcada por sucessivos furtos, os quais fizeram parte da vida de Leisel durante toda a sua transição da infância para a adolescência. 

Responda:

1) Em que sentido a Guerra afetou a vida da garota?


2) Quais foram os fatores que contribuíram para que Leisel conseguisse, por fim, superar esta fase conturbada e de constantes transformações em sua vida? 


3) De que forma os livros roubados pela menina foram importantes no processo de adaptação a sua nova vida, bem como aos trágicos acontecimentos causados pela Segunda Guerra Mundial? 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

A Lenda da Mandioca em LIBRAS

Lendas e histórias indígenas - vídeos

A Lenda do Uirapuru

A Lenda do Dia e da Noite

Hugh o índio Apache - A historia do grande céu

Atividades e músicas - Dia do Índio

Algumas atividades sobre o Dia do Índio. Coloquei também duas letras e vídeos de músicas falando sobre os índios.












Música TODO DIA ERA DIA DE ÍNDIO, de Baby do Brasil

LETRA DA MÚSICA
Todo Dia Era Dia de Índio
Baby do Brasil
  
Curumim,chama Cunhatã
Que eu vou contar

Curumim,chama Cunhatã
Que eu vou contar

Todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Curumim,Cunhatã
Cunhatã,Curumim

Antes que o homem aqui chegasse
Às Terras Brasileiras
Eram habitadas e amadas
Por mais de 3 milhões de índios
Proprietários felizes
Da Terra Brasilis

Pois todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Mas agora eles só tem
O dia 19 de Abril

Mas agora eles só tem
O dia 19 de Abril

Amantes da natureza
Eles são incapazes
Com certeza
De maltratar uma fêmea
Ou de poluir o rio e o mar

Preservando o equilíbrio ecológico
Da terra, fauna e flora

Pois em sua glória,o índio
É o exemplo puro e perfeito
Próximo da harmonia
Da fraternidade e da alegria

Da alegria de viver!
Da alegria de viver!

E no entanto,hoje
O seu canto triste
É o lamento de uma raça que já foi muito feliz
Pois antigamente

Todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Curumim, Cunhatã
Cunhatã, Curumim

Terêrê, oh yeah!
Terêreê, oh!

Música CARA DE ÍNDIO, de Djavan

LETRA DA MÚSICA
Cara de Índio
Djavan

Índio cara pálida,
cara de índio.
Índio cara pálida,
cara de índio.
Sua ação é válida, meu caro índio.
Sua ação é válida, válida ao índio.
Nessa terra tudo dá,
terra de índio.
Nessa terra tudo dá,
não para o índio.
Quando alguém puder plantar,
quem sabe índio.
Quando alguém puder plantar,
não é índio.
Índio quer se nomear,
nome de índio.
Índio quer se nomear,
duvido índio.
Isso pode demorar,
te cuida índio.
Isso pode demorar,
coisa de índio.
Índio sua pipoca,
tá pouca índio.
Índio quer pipoca,
te toca índio.
Se o índio se tocar,
touca de índio.
Se o índio toca,
não chove índio.
Se quer abrir a boca,
pra sorrir índio.
Se quer abrir a boca,
na toca índio.
A minha também tá pouca,
cota de índio.
Apesar da minha roupa,
também sou índio.

Que tal ficar como um índio?

Meu aniversário com a turma 1701

É maravilhoso receber todo esse carinho dos alunos.
São em momentos assim na vida que vemos quem gosta da gente de verdade o quanto somos queridos. 

OBRIGADA!




A professora Raquel de Geografia também marcou presença.

Meu aniversário com a turma 8201

Os alunos organizaram tudo com a ajudinha dos meus amigos.

TUDO MUITO LINDO. AMEI O CARINHO.
OBRIGADA!






domingo, 9 de abril de 2017

Diversas atividades para a Páscoa

Exercícios de interpretação de texto, probleminhas matemáticos, desenhos para colorir e marcadores de página.

ATIVIDADES















PARA COLORIR











MARCADORES DE PÁGINA